Carteira de Trabalho Digital: Saiba como Usar no Celular

Você sabe como funciona a Carteira de Trabalho Digital? Conhece as vantagens desse documento?

Nos últimos anos diversos documentos entraram para a era digital, e dessa vez vamos falar da Carteira de Trabalho, que não poderia ficar de fora. É a mais nova forma de realizar os registros sobre emprego no Brasil.

Rápida, fácil e acessível a Carteira de Trabalho Digital, chega para agilizar o processo de contratação e acabar de vez com aquela velha burocracia. Com ela ficou mais fácil de integrar as informações, ou seja, trás praticidade para a vida do trabalhador.

O processo de modernização faz com que a Carteira de Trabalho Digital traga mais comodidade ao cidadão. Já que, as carteiras físicas ficavam velhas e desgastadas, e algumas até perdiam as anotações realizadas.

Além de que se trata de um documento essencial para que a pessoa consiga se registrar em um emprego legal e amparado pelas leis trabalhistas.

A CTPS Digital contém as mesmas informações que a sua versão antiga. De forma organizada e de fácil acesso a todos. E ainda oferece mais comodidade também ao empregador, sendo algo que facilita a vida de ambas as partes. Pois torna a contratação mais prática, utilizando apenas o CPF do empregado.

O que é a CTPS?

A Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) é o documento onde registra a vida profissional do trabalhador brasileiro. E garante o acesso a todos os direitos trabalhistas previstos pela lei, ou seja, é um documento essencial registrar a jornada empregatícia.

Carteira de trabalho
Imagem Ilustrativa Carteira de Trabalho

Todo cidadão brasileiro que possuir um Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) pode utilizar a CTPS. Nele fica registrado a vida profissional do trabalhador. Como qual o cargo que a pessoa ocupa, a data de admissão, as férias, o valor do salário e etc. E compõe aquela relação de emprego.

Neste documento fica registrado também o histórico profissional do cidadão. Que inclui as empresas em que ele já trabalhou e as regras de sua jornada de trabalho. E é um item importante tanto para fins empregatícios quanto para fins previdenciários.

Tem o dever de ser preenchido corretamente, sempre que houver uma relação empregatícia em regime celetista. Mesmo que sejam trabalhos temporários ou terceirizados.

Por que a Carteira de Trabalho virou Digital?

O aplicativo da carteira de trabalho existia desde o ano de 2017, porém apenas com a lei de liberdade econômica que ocorreu no ano de 2019, que a carteira de trabalho digital passou a substituir a física.

Carteira de trabalho digital

Dessa forma o trabalhador precisará apenas informar o número de seu CPF a empresa que está sendo contratado. E por meio do eSocial a empresa conseguirá realizar o registro deste novo empregado.

Isso traz mais liberdade tanto ao empregado como ao empregador, pois diminui o processo burocrático. E facilita a vida dos empreendedores no país foi criada a lei de liberdade econômica. Ela faz parte de uma iniciativa do governo, então os processos terão mais agilidade.

Dessa forma as empresas que utilizam o eSocial podem enviar os dados de seus colaboradores pelo sistema e assim realizar a assinatura da carteira de forma eletrônica. Sendo assim a carteira de trabalho digital é o modelo digitalizado deste documento, ou seja, essa versão eletrônica.

Então não preciso mais da Carteira de Trabalho antiga?

Se você ainda possui a sua CTPS antiga a recomendação é que você guarde ela. Ainda que a Carteira de Trabalho Digital substitua ela, é importante que você a mantenha em boas condições, pois ainda se trata de um documento oficial.

Ela continua sendo um documento que comprova o seu tempo de trabalho anterior. Mesmo que agora a Carteira de Trabalho Digital mostre os registros mais antigos (como do anos oitenta, por exemplo), ainda é importante que você guarde o documento.

A diferença é que daqui pra frente todos os seus novos, ou já existentes contratos de trabalho, todas as anotações referentes a férias, salários e etc. Serão registrados apenas eletronicamente, e você poderá acompanhar de qualquer lugar através do aplicativo.

Quem tem o direito de obter a Carteira de Trabalho Digital?

Todas as pessoas que possuírem um CPF. Sejam brasileiros ou até mesmo estrangeiros tem o direito de obter e acessar a Carteira de Trabalho Digital.

Então assim que uma nova CTPS precisa ser emitida, atualmente é feito apenas de forma eletrônica através de um smartphone, para dar agilidade a solicitação. Os trabalhadores que já tem a Carteira de Trabalho, também precisam obter o aplicativo para conseguirem acessar a sua nova CTPS Digital.

O Governo Federal se responsabilizou a respeito dessa nova maneira de acessar a CTPS. Sendo assim sempre que for necessário solicitar o documento, você conseguirá. De forma rápida e gratuita.

Como Fazer a CTPS Digital?

Carteira de trabalho digital

Para começar a utilizar a Carteira de Trabalho Digital, você pode baixar o aplicativo que se encontra na loja virtual do seu smartphone. É um o processo muito simples e que está disponível tanto para Android como para IOS. E você poderá acessar clicando abaixo.

Assim que você baixar o Aplicativo terá que acessar a sua conta do Governo Federal, onde você vai fornecer o seu CPF e a senha criada. Caso você não tenha o cadastro no Governo Federal, acesse o site acesso.gov.br e clique em “Criar sua conta”. Preencha com os seus dados e depois verifique pelo e-mail ou SMS para criar a senha e acessar a sua conta.

Dessa forma quando você realizar o login, você terá o acesso a todas as informações dos seus vínculos empregatícios. E para que você consiga ver mais detalhes você precisará confirmar sua identificação, você precisará responder algumas questões sobre a seus contratos anteriores.

É muito importante que você forneça seus dados corretamente para que não haja nenhum problema na autenticação dos dados. Isso garante que os seus dados não sejam bloqueados. Lembrando que no momento em que você registra a sua CTPS digital, o número do seu CPF passa a ser também o número da sua Carteira de Trabalho Digital.

Photo of author
publicado por
Marice Tolvai
Postado em:
Cristã, 23 anos, Formada em ciências economia. Escrevo para o Ideal Finanças e outros sites do grupo SED.

Deixe um comentário