Como comprar um apartamento na Planta da Caixa?

Todas as pessoas que procuram comprar um apartamento mais baixo, procuram a modalidade de compra-los na planta. Sendo assim, esta é uma boa estratégia, pois, além de economizar, dá tempo para se planejar!

O que poucas pessoas sabem é que, caso você queira obter um imóvel ainda na planta, ou já em construção, existem algumas particularidades que você terá de conhecer. E se o seu sonho é conquistar a casa própria, precisará entender algumas coisas em relação a como funciona um imóvel na planta.

Continue a leitura desse texto, para você optar pela melhor forma disponível para financiamento de um imóvel na planta e confira todos os detalhes!

Aspectos gerais do financiamento de imóveis na planta

Sabemos que muitas pessoas têm dificuldades em comprar um imóvel, pois juntar os valores não é algo muito fácil. Requer muito empenho, disciplina e sacrificar alguns prazeres. E se você conseguir isso, fará com que o seu sonho se transforme em realidade!

Se você realmente quer seguir este sonho, é necessário que você procure formas de economizar para conseguir dar entrada em um imóvel e adquiri-lo na planta ainda em construção, pois, nesta opção, as formas de parcelamento são melhores.

Quando você compra um imóvel nesta modalidade, você tem que entender que está comprando que é considerado uma promessa. Sendo assim, existem alguns riscos, e as incorporadoras e construtoras costumam cobrar valores menores em relação a apartamentos prontos.

Vale lembrar que, comprar um apartamento assim, irá fazer com que você economize, consiga dar uma entrada e que após pronto, a valorização do mesmo poderá ser considerável! Muitas pessoas procuram esta finalidade para evitar ficar anos procurando acumular dinheiro e pagar um financiamento e ter o bem logo!

Como a modalidade de financiamento na planta funciona?

Existem duas etapas neste tipo de compra e venda de imóveis na planta, e uma delas é a de pré e pós obra. Nesta última ocorre a entrega das chaves. Quando as obras estiverem ocorrendo, o que leva de 12 meses a 48 meses, você irá pagar a entrada e as primeiras parcelas do imóvel.

Se você não sabe, saberá uma particularidade agora: Para que o imóvel seja construído, você deverá dar uma entrada um pouco maior, do que a que ocorre com imóveis já prontos. Para imóveis já prontos, o valor gira em torno de 20% para que haja a aquisição, e na modalidade da planta em cerca de 30 % do valor.

Outro ponto a ser citado é o seguinte: caso você não saiba há um prazo de atraso na obra que é firmado e citado também em contrato. E durante o período de conclusão da obra, você comprador irá pagar as primeiras parcelas do imóvel conforme o valor dado na entrada e na evolução das obras.

Outra diferença que devemos citar é a seguinte: a construtora não poderá cobrar juros sobre a construção em decorrência do pagamento parcelado como ocorre em um financiamento comum. O que pode ser aplicado sobre estas parcelas de entrada é o INCC – Índice Nacional da Construção Civil.

Quando ocorre a entrega das chaves, você comprador, poderá (se tiver condições) efetuar o pagamento do saldo devedor à vista, ou poderá optar por um financiamento bancário. Em maioria, esta escolha já é feita no momento da assinatura do contrato, e dificilmente é feita depois.

Como poucas pessoas têm condições de estar efetuando o pagamento da quantia relacionada a quitação e compra do imóvel a vista, a maioria opta por efetuar o financiamento junto a Caixa Econômica Federal ou por algum outro banco responsável por financiar a obra.

Este é um dos principais benefícios de se comprar um imóvel na planta, pois aqui, surge a principal forma de se beneficiar nesta modalidade em relação ao financiamento de um imóvel já pronto.

Leia também: Guia completo de Como financiar um carro.

Benefícios de financiar um imóvel na planta

Se você pensa em comprar um imóvel assim, deve saber que em sua maioria, o financiamento é feito pela própria construtora, e nisto, você terá vantagens em relação a alguns pontos, como por exemplo: número de parcelas, prazo e melhores taxas de juros.

Por ser um bem que ainda não existe, o que compensa este ponto negativo é que as incorporadoras e construtoras passam a disponibilizar taxas de juros pequenas, o que em geral é a metade do cobrado pelos bancos.

Porém, se você não deseja comprar um imóvel e sim alugar uma casa em Volta Redonda, temos excelentes opções, confira aqui.

Cristã, 23 anos, Formada em ciências econômicas. Escrevo para o Ideal Finanças e outros sites do grupo SED.

Artigos relacionados

Deixe um comentário