Como começar a investir do zero em 5 passos

Como começar a investir? esta é uma pergunta comum entre as pessoas que desejam construir um patrimônio financeiro. E se você está aqui certamente tem este desejo ou curiosidade de saber por onde começar. É comum não saber exatamente por onde começar a investir, até porque o mercado financeiro pode ser um tanto complexo para quem ainda não o conhece.

Entretanto existe uma variedade muito grande de investimentos para iniciantes, o que te permite começar sem precisar ser um especialista no assunto. Então, nós do Ideal Finanças preparamos 5 passos ensinando você a como começar a investir.

O que preciso saber antes de aprender como começar a investir?

Então para aprender como começar a investir, entenda que o mercado pode parecer um ambiente hostil na maior parte do tempo. Isto porque tem uma grande variedades de ativos e estratégias para investir. Porém fique calmo, e tenha disposição para sempre aprender. No geral os investimentos em renda variável tendem trazer retorno no longo prazo.

No entanto antes de formar sua carteira de ativos, é fundamental que você saiba seu perfil de investidor. Ao saber seu perfil de risco fica mais fácil definir seus objetivos seja ele no longo, curto ou médio prazo. Para definir seu perfil conte com o auxílio da corretora, que também deve ser escolhida com cuidado.

Atualmente existe muitas corretoras atuando no mercado, e cada uma tem vantagens diferentes para atrair seus clientes. Então faça uma pesquisa detalhada antes de escolher a corretora. Mas isso só deve ser feito depois de descobrir como começar a investir.

Como começar a investir ?

É possível definir em apenas 5 passos tudo o que você precisa para saber como começar a investir. E se seguidos de forma correta te garante um bom ingresso no mercado financeiro, e assim o tão esperado retorno financeiro. Os 5 passos são:

  • Poupe
  • Entenda
  • Estude
  • Escolha
  • Diversifique

1- Poupe para ter capital

Se você deseja entender como começar a investir te falo que o primeiro passo é poupar. Este é o primeiro e mais importante de todos, para investir é preciso poupar. Não se iluda com promessas de ganhos absurdos de “investidores” que querem apenas vender curso. Warren Buffett, o maior investidor de todos os tempos teve em média 20% de retorno ao ano no mercado americano.

Desse modo, é um tanto irracional supor que uma pessoa consiga rentabilidade maior do que esta. Então, entenda que a sua capacidade de poupar ao longo do tempo te faz capaz de fazer aportes cada vez maiores. Além disso o seu capital inicial deve vir do dinheiro que você poupou por um determinado período.

Leia: Como guardar dinheiro ganhando pouco?

Como começar a investir do zero em 5 passos - dinheirama investir poupar

A grande maioria das pessoas que desejam investir não tem um valor inicial alto. E por este motivo vem a dúvida de como começar com pouco dinheiro. Então inicialmente investir em renda fixa é uma boa opção, por exemplo com aportes de apenas R$ 100 reais mensais você consegue investir no tesouro direto que pode chegar a pagar 100% do CDI.

2- Descubra seu perfil de investidor

Em segundo lugar defina seu perfil de investidor. Geralmente as corretoras de valores disponibilizam testes para definir o perfil de seus usuários. Ao saber seu perfil fica mais fácil saber como começar a investir, porque a partir disso você escolhe os ativos que melhor se encaixa com seus objetivos.

Os perfis de cada investidor é definido a partir de como você ele lida com perdas, ou o tempo que pretendem manter o investimento, a idade, o nível de conhecimento sobre o mercado, objetivos entre outros fatores. Existe 3 categorias de investidor e vamos falar um pouco sobre cada uma.

Investidor Conservador

Todos os investidores conservadores prezam sempre pela segurança de seus investimentos. Dessa forma tendem a manter a maior parte de seus recursos em ativos de menor risco. As pessoas deste grupo costumam ser pessoas de mais idade, ou aqueles que não tem muita experiência no mundo dos investimentos.

Investidor moderado

Estes investidores estão no meio termo entre os conservadores e os mais arrojados. Este perfil tem preferencia pela segurança, mas no entanto estão dispostos a correr um pouco de risco para ter uma rentabilidade maior. Ou seja é um perfil bem versátil e aproveitam investimentos com um nível de segurança não tão alto, entretanto com lucro acima da média.

Esse perfil é comum entre pessoas que tem um pouco mais de conhecimento do mercado financeiro e patrimônio em construção. E assim aplicar em ativos com diversificação entre os prazos.

Investidor arrojado

E por ultimo nós temos o investidor arrojado, este grupo é classificado por não ter medo de se arriscar. Em contrapartida eles compreendem bem a dinâmica do mercado, e sabem bem que perdas de curto prazo são revertidas em outro cenário. Os investidores arrojados já passaram pelo processo de aprender como começar a investir e naturalmente já fizeram parte dos grupos anteriores.

Então agora eles buscam aumentar seu patrimônio de forma mais rápida a fim de cumprir seus objetivos. Ou ainda estão buscando se aposentar mais cedo sem depender do Governo, e com melhores condições.

3- Estude ativos diferentes

O próximo passo que você deve seguir a risca é estudar os ativos que estão disponíveis. Existe uma grande variedade de aplicações disponíveis no mercado e cada uma possui suas próprias características que as tornam ou não atrativas para cada investidor. É importante conhecer as possibilidades antes de aplicar seu dinheiro em um investimento. Principalmente saber se ele está no seu perfil, ou atende seus objetivos.

Basicamente existe 2 tipos de produtos financeiros: os de Renda variável e os de renda fixa.

  • Renda variável

Os investimentos de renda variável são ativos que não dá pra saber qual será seu rendimento. E tendem a ser muito volátil como investir em ações por exemplo. Este tipo oferece uma maior rentabilidade, porém oferece riscos maiores. Então ela não é muito indicada para quem está aprendendo a como começar a investir.

Mas dentro desta categoria existe diferentes perfis de ativos. Alguns com menos volatilidade como os Fundos Imobiliários (FII), que também pagam dividendos o que agrada os mais conservadores.

  • Renda fixa

Já os produtos de renda fixa, ao contrario dos de renda variável é possível prever a rentabilidade do seu investimento antes da aplicação. Renda fixa é como se você estivesse emprestando seu dinheiro para uma instituição (pública ou privada), e em um determinado prazo você recebe o valor acrescido de juros.

Nesta categoria é possível começar a investir com pouco capital, e até mesmo se você está aprendendo a como começar a investir.

Como começar a investir do zero em 5 passos - 1 qubzjvgeypk1htabd4xpw

4- escolha sua corretora e seus ativos

E logo após concluir os passos anteriores é hora de você escolher sua corretora e assim os ativos que vai investir. A corretora é um fator muito importante para como começar a investir, então busque por empresas que tenham credibilidade. Para te auxiliar na escolha leve em consideração 4 fatores:

  • Preço – Avalie as taxas por ordem executada, corretagem, Home Broker, Mesa de Operações e também Taxas para saque.
  • Atendimento – Procure se o atendimento é bom, avalie a disponibilidade, os canais de atendimento. Estes recursos você pode precisar com frequência.
  • Ferramentas – Analise se as ferramentas disponíveis são completas ou simples, se você tem acesso a todas ao contratar 1 plano.
  • Serviços – Procure saber de todos os serviços ofertados, os materiais didáticos, comunidade e as análises.

Tenha um olhar crítico sobre cada um desses pontos acima, não escolha apenas por causa de indicações. Decida de acordo com sua necessidade e objetivos. E em seguida escolha seus ativos desejados.

5- Diversifique e monitore

Por fim diversifique seus investimentos, a diversificação é um assunto importante quando se trata de como começar a investir. Pois é através deste passo que você garante uma boa relação entre risco e retorno. Se todo seu capital está em um único investimento como por exemplo ações da Vale (VALE3). Se uma crise atingir o setor todo seu investimento estará acabado.

Para diluir os riscos o sensato é comprar diferentes ativos de diferentes setores. Porém para diversificar sua carteira você terá um pouco mais de trabalho e precisa de um capital maior para começar a ter retornos significativos. E permaneça atento, monitorando seus ativos depois da compra.

Como começar a investir do zero em 5 passos - segredos da carteira 1024x662 1

O mercado sempre está em constante alvoroço e mudanças, os acontecimentos no país sempre influenciam principalmente a politica. Por este motivo fique sempre de olho no mercado para não ser prejudicado por estes eventos.

Como começar a investir – conclusão

Para começara a investir você precisa entender a importância de o por que investir. E como os investimentos vão tornar possível as realizações. Uma completa mudança na sua vida e também dos que estão próximos a você. A palavra chave de tudo o que vimos aqui com toda a certeza é “estude.”

O conhecimento é seu único caminho para ter domínio do mercado financeiro. Vamos relembrar o passo a passo para começar a investir do zero.

  1. Poupe
  2. Entenda
  3. Estude
  4. Escolha
  5. Diversifique

Faça isso e em breve você estará desfrutando dos seus rendimentos. Obrigado por sua confiança, e desejo sucesso na sua vida financeira. Caso tenha duvidas deixe um comentário pra gente.

Cristã, 23 anos, Formada em ciências econômicas. Escrevo para o Ideal Finanças e outros sites do grupo SED.

Artigos relacionados

Deixe um comentário