Investimento renda fixa – os 5 com melhor rendimento

O investimento renda fixa é o mais indicado para os investidores conservadores, que não gostam de se arriscar. Ou então para quem está começando no mercado financeiro e ainda não tem afinidade com ações. Além disso na renda fixa é possível começar com pouco dinheiro, com apenas R$100 reais por exemplo já é possível alavancar sua renda.

E por este motivo separamos as 5 aplicação de renda fixa que tem os melhores rendimentos. Falamos um pouco sobre cada uma, assim você pode escolher qual se encaixa mais no seu perfil de investidor.

1. Tesouro Direto

Em primeiro lugar temos o Tesouro direto um investimento renda fixa oferecido pelo Governo Federal. O Governo emite estes papeis da dívida pública com o intuito de realizar investimentos no país como obras de infraestrutura por exemplo. Desse modo este tipo de investimento é chamado de “investimentos livres de risco.”

E o melhor deste investimento é que ele pode ser feito a partir de R$30 reais, o que é um valor muito acessível. Os rendimentos deste título varia de acordo com o tipo de aplicação que você escolher que pode ser prefixados ou pós-fixados. E ainda tem chance de estra atrelados aos índices de inflação e á Selic.

Investimento renda fixa - os 5 com melhor rendimento - acoes garantem o futuro6 1024x594 1

É importante lembrar que para resgatar existe um prazo mínimo, e alguns são longos. Estas aplicações são uma boa opção para guardar as reservas de emergência, ou criar sua aposentadoria. Pois garante rendimentos livres de perdas decorrentes da inflação.

2. Investimento renda fixa LCI e LCA

Estas siglas são referentes a Letra de crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de crédito do Agronegócio (LCA) e são investimento renda fixa com baixos riscos. Além disso estas aplicações são livres de impostos de renda e inclusive alguns bancos não cobram taxas sobre elas. Também contam com proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) em caso de falência da instituição Financeira onde o recurso está aplicado.

As instituições que ofertam LCI e LCA usam os recursos para financiar, respectivamente, projetos imobiliários e agrícolas. E então após o período determinado o investidor recebe o valor acrescido dos juros de acordo com as características da aplicação (prefixada ou pós-fixada).

As aplicações tem investimento mínimo em torno de R$5 mil e uma carência de 90 dias para saque, conforme as regras do Banco Central. Mas, após o período eles passam a ter liquidez diária.

3. CDB

Em terceiro lugar nós temos o Certificado de Deposito Bancário (CDB), esta aplicação é papel de dívida emitido por bancos. Eles emitem com o objetivo de arrecadar recursos para suas operações de financiamentos e empréstimos. E como a LCI e LCA este investimento renda fixa tem proteção do FGV com limite de até R$250 mil.

Os CDBs são investimento de baixo risco e seu prazo de vencimento e também o valor do retorno estão de acordo com cada instituição. Em determinados casos, pode haver um prazo mínimo para resgatar o valor investido.

4. Letras de câmbio

As Letras de câmbio apesar do nome não são títulos relacionados a moedas e suas variações. Estes títulos são investimentos de renda fixa assim como os demais anteriores. Mas é oferecida por sociedades de crédito, investimento e financiamento, corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliário.

Também têm prazo mínimo de vencimento e dependendo tem liquidez diária, apesar de que é mais comum resgatar somente no vencimento. Este investimento renda fixa é cobrado imposto de renda, porém o retorno supera o valor cobrado.

5. Fundos de Renda Fixa

Investimento renda fixa - os 5 com melhor rendimento - fundos de renda fixa vale a pena investir thumb 1614111284

E por fim temos os fundos de renda fixa, onde você aplica um valor e profissionais certificados administram o valor e aplicam em investimento renda fixa. Eles estudam os investimentos ofertados e escolhem os que estão pagando uma melhor taxa. Com a ajuda dos profissionais o investidor tem uma melhor segurança e aumenta sua possibilidade de ganhos.

Estes são ativos de baixo risco e é uma boa alternativa para quem busca liquidez com uma diversificação de papeis mais sofisticados. É importante dizer que os valores ficam protegidos sob um CNPJ próprio do fundo e mesmo que a gestora tenha problemas financeiros, o capital investido fica protegido.

Os fundos de investimento renda fixa cobra uma taxa de administração e é atribuído pelo imposto de renda. Portanto é importante ficar atento as regras de cada fundo de investimento, porque as regras variam entre as instituições.

Investimento renda fixa – Conclusão

Ao final concluímos que todo estes tipos de investimentos são seguros com baixo risco, e que oferecem retornos compatíveis com o mercado financeiro. Se você deseja começar a investir sugerimos que comece por estes ativos: Tesouro Direto, LCI e LCA, CDB, Letras de câmbio e Fundos de Renda Fixa.

Obrigada por ler até aqui, se tiver dúvidas nos deixe um comentário, e nós do Ideal Finanças desejamos a você sucesso nos seus investimento renda fixa.

Leia também:

Regra 50 30 20 – método simples para organizar as finanças

LOUNGEKEY: O QUE É,QUAIS OS BENEFÍCIOS ?

Deixe um comentário