A guerra na Ucrânia pode afetar a economia do Brasil?

Depois de diversos conflitos a no dia 24 de fevereiro iniciou-se a guerra na Ucrânia. A Rússia iniciou a invasão ao país agravando ainda mais a crise militar na Europa. Com isso temos a maior crise já vista desde a segunda guerra mundial que teve como causa a Alemanha nazista que tentou expandir seu domínio e causou a guerra.

E o conflito entre Ucrânia e Rússia também envolve disputa por território. O território de Crimeia foi dado a Ucrânia em 1954 como “presente” para fortalece os laços entre as duas nações. Entretanto nacionalistas russos tinham a expectativa de que a península voltaria a fazer parte do território russo desde a queda da União soviética no ano de 1991.

Como uma nação independente a ucrânia buscou se unir a União Europeia e Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). Com isto a população do país se dividiu em opiniões pois alguns desejavam estreitar relações com os russos enquanto outros apoiavam uma união com a Otam. Consequentemente a Rússia se revoltou com a tentativa da Ucrânia em se relacionar com a União europeia causando a guerra.

Como a guerra na Ucrânia afeta o Brasil?

Em resumo, devido a guerra se inicia um processo que reduz a perspectivas de crescimento econômico em diversos países que não estão envolvidos diretamente com a guerra. Inclusive os mercados acionários globais já estão em baixa. Inclusive o Bitcoin teve sua maior queda em um mês chegando a US$ 34.324 que refletiu um movimento de venda de ativos mais arriscados.

Guerra na ucrânia
A guerra na Ucrânia pode afetar a economia do Brasil?

Aumento dos preços de petróleo

A guerra na Ucrânia atinge diretamente os preços do petróleo isso por que a Rússia a responsável por iniciar a guerra é o terceiro maior produtor de e o segundo maior exportador de petróleo do mundo. E consequentemente esta guerra entre Ucrânia e Rússia prejudica o fornecimento da commodity para os demais países.

Há então uma diminuição da oferta e em contrapartida tem um crescimento da demanda por combustíveis devido a reabertura das economias pós-pandemia. A muita procura pelo produto e a pouca oferta, consequentemente aumenta os preços do petróleo. Tanto que o preço do petróleo Brent hoje subiu para US$ 129,78 por barril, e o petróleo WTI foi para US$ 126,51.

Isso também afetou os preços das ações da Petrobras (PETR3 e PETR4), porém os efeitos foram positivos gerando ganhos para os detentores destes papeis. E o professor de economia Roberto Dumas aponta que isso vai encarecer ainda mais os combustíveis aqui no Brasil. Reforçando os argumentos para a possível privatização da estatal.

Aumento dos preços de gás natural e também dos alimentos

A Rússia também é a maior fornecedora de gás natural para os países da Europa, sendo responsável por cerca de 35% da distribuição ao continente. Isso terá uma repercussão negativa sobre o setor de energia nestes países. E mesmo que o Brasil não seja dependente do fornecimento dos russos, ele também fica suscetível á redução da oferta de gás natural.

Toda esta guerra na Ucrânia e Rússia nos afeta porque a Rússia fornece a maior parte dos fertilizantes agrícolas usados pelos produtores brasileiros. Estes produtos são feitos a partir do gás natural, principalmente os que são nitrogenados, fosfatados e também o cloreto de potássio.

A guerra na ucrânia pode afetar a economia do brasil? - 1512168165 plataforma petrobras

O gás natural já registrou um aumento de 40% desde o inicio da crise. E em consequência a agricultura do nosso país será afetada tendo um aumento significativo nos preços dos alimentos. Outro agravante é em relação a importação de trigo, mais de 80% do nosso trigo vem da Argentina, e como os preços são cotados internacionalmente surge uma pressão inflacionária sobre este alimento.

Além disso Os países Ucrânia e Rússia correspondem a 29% das exportações globais de trigo, 80% do fornecimento mundial de óleo de girassol e 19% das exportações mundiais de milho. Todos estes setores da economia são atingidos diretamente pela guerra na Ucrânia, causando uma elevação nos preços dos produtos e seus derivados.

Produtos que o Brasil mais importa da Rússia

Outros cloretos de potássio1,35 bilhão
Diidrogeno-ortofosfato de amônio (fosfato monoamônico ou monoamoniacal), mesmo misturado com hidrogeno-ortofosfato de diamônio (fosfato diamônico ou diamoniacal)862 milhões
Ureia, mesmo em solução aquosa, com teor de nitrogênio (azoto) superior a 45 %, em peso, calculado sobre o produto anidro no estado seco508 milhões
Hulha betuminosa, não aglomerada411 milhões
Nitrato de amônio, mesmo em solução aquosa377 milhões
Fonte: Comex

Nosso país é muito dependente da Rússia quando se trata dos insumos citados acima, e eles são primordiais para o bom desempenho da agricultura. E já existe um certo desabastecimento em geral na economia devido a pandemia. E com este novo contexto de guerra na Ucrânia, isto seria agravado ainda mais.

Produtos que o Brasil exporta para a Rússia

Soja, mesmo triturada, exceto para semeadura343.286.654,00
Pedaços e miudezas, comestíveis de galos/galinhas, congelados167.164.904,00
Café não torrado, não descafeinado, em grão132.723.847,00
Amendoins descascados, mesmo triturados129.731.662,00
Outros açúcares de cana124.262.859,00
*Dados de 2021, em dólares
Fonte: Comex

A guerra na Ucrânia também impacta nossos níveis de exportação, ou seja, a quantidade de produtos que vendemos. Isso vai gerar uma baixa na nossa economia e causar perda para os produtores destes produtos.

Leia também: Previsão Selic 2022

Photo of author
publicado por
Marice Tolvai
Postado em:
Cristã, 23 anos, Formada em ciências economia. Escrevo para o Ideal Finanças e outros sites do grupo SED.

Deixe um comentário